Comunicação - Notícias

Legionella: o que é, o que fazer e como prevenir?

08/11/2017

Legionella: o que é, o que fazer e como prevenir?

 

Há um surto de legionella que está a deixar o país em alerta. O número de casos diagnosticados está a aumentar, estando, no momento, confirmados 38.

 

Numa expetativa de esclarecimento, e com base na informação disponibilizada pela Direção-Geral da Saúde, apresentamos um conjunto de perguntas e respostas sobre a Legionella.

 

O que é a Legionella (Doença dos Legionários)?

A Doença dos Legionários é uma forma de pneumonia grave causada por uma bactéria Legionella pneumophila. A doença desenvolve-se habitualmente 5 a 6 dias depois da infeção, podendo, em alguns casos, ser de 2 a 10 dias.

 

Quais são os principais sintomas? 

A doença inicia-se habitualmente com tosse seca, febre, arrepios, dor de cabeça, dores musculares e dificuldade respiratória, sendo que dor abdominal e diarreia são sintomas que também poderão surgir.

 

Como pode ser contraída esta doença? 

Através da inalação da bactéria Legionella presente em aerossóis. Os aerossóis são constituídos por gotículas de água que contém as bactérias, geradas pela água corrente de torneiras ou chuveiros, autoc lismos ou piscinas/SPAs.

A doença dos Legionários não é contraída pela ingestão de água.

A bactéria pode sobreviver e multiplicar-se a temperaturas entre 25 e 42ºC, sendo que também pode ser encontrada em baixas concentrações em ambientes naturais, tais como rios, lagos e solos húmidos. Por seu turno, as concentrações elevadas verificam-se em sistemas de água artificiais inadequadamente mantidos, nomeadamente, em torres de refrigeração.

 

O que fazer para reduzir o risco de infeção? 

O risco pode ser evitado com um programa de vigilância e manutenção de instalações e equipamentos que utilizem água e que são suscetíveis de poder conter esta bactéria , tais como unidades industriais, balneários, hotéis, hospitais, entre outros. 

Os trabalhadores com maior exposição ao risco de contração desta doença deverão utilizar máscaras apropriadas.

 

Como é diagnosticada esta doença? 

Pela identificação de sintomas e através de exames laboratoriais.

 

A Legionella tem tratamento? 

A infeção, apesar de poder ser grave, tem tratamento efetivo.

 

 

Fonte: DGS

 

 

 

 

Voltar às notícias
Clique aqui - Ligamos Grátis Clique aqui
Ligamos Grátis